Fazendo cursinho- Letícia Yonekura

by - 11:26


Hoje começo uma nova série de entrevistas aqui no blog! Elas serão intercaladas com as entrevistas da faculdade, ou seja, serão publicadas quinzenalmente nas segundas. 
Essa nova série será com pessoas que estão fazendo curso pré-vestibular, assim como eu. Se você está pensando em fazer ou se já faz cursinho, leia essas entrevistas, poderão te incentivar de alguma forma.


A primeira entrevista é com a minha amiga Letícia, que conheci esse ano em Brasília! Assim como eu, ela quer cursar Medicina. 
Apesar de conhecê-la há poucos meses, sempre tenho a impressão de que somos amigas há anos. Ela é linda, carismática e temos gostos muito parecidos! 


1- Como foi o seu primeiro dia de aula no cursinho? 

Para mim foi como o primeiro dia de aula em uma escola nova! Estava nervosa porque não conhecia ninguém na minha turma e porque não tinha ideia de como as coisas funcionavam ali. Tratei logo de localizar as pessoas da sala que pareciam tão solitárias e perdidas quanto eu pra fazer amizade kkkkkkkk


2- Do que você mais sente falta do Ensino Médio?

Sinto falta do ritmo tranquilo em que as matérias eram passadas! Eu achava que sabia o que era estudar naquela época.  Inocente...


3- O que mais te motiva a continuar estudando e persistindo na busca pelo seu sonho?

Eu tenho uma lista enorme de motivações! Hahaha! Acho, inclusive, que essa é um elemento essencial na conquista da vaga: você precisa se motivar constantemente e de formas diferentes


4- Em quais matérias você tem mais facilidade? E em quais tem mais dificuldade?

Eu tenho mais facilidade em linguagens e humanidades. Exatas sempre foram meu ponto fraco.


5- Qual seu método de estudo?

Eu costumo começar pela parte teórica, fazendo resumos enquanto leio, e depois parto para os exercícios. Procuro organizar as matérias a serem estudas no dia de acordo com as aulas que foram ministradas.


6- Como você se vê profissionalmente daqui a 15 anos? 

Eu me vejo indo para outro país me especializar


7- Uma frase que te inspira. 

Tenho também uma lista de frases que me inspiram. Uma das mais efetivas é uma que um professor muito querido (Fernando) disse uma vez: "Dificuldades são diferença de potencial", ou seja, o que te mantém em constante movimento, faz crescer e, portanto, algo que você deve não só aceitar, mas também agradecer.


8- Você acha que essa fase preparatória contribui para o seu psicológico? De que forma?

Com certeza! Aqui não apenas se aprende conteúdo, nós também treinamos estratégias de resolução de provas e, principalmente, aprendemos a lidar melhor com pressões e cobranças, o que nos dá mais tranquilidade


9- Qual a melhor parte de fazer cursinho? Porque?

O acompanhamento de profissionais especializados nessa realidade e a companhia de pessoas que estão na mesma situação que você são pontos importantes, mas pra mim o mais importante é a maturidade que ganhamos aqui dentro. É quando realmente entendemos o que significa estudar! Hahaha!


10- Qual dica você daria para alguém que pensa em desistir do curso que quer, porque não gostaria 
de fazer cursinho?

Se for realmente o curso que você quer, não vale a pena desistir! Primeiro porque você não necessariamente vai precisar frequentar um cursinho para passar no seu curso. Segundo porque o cursinho não precisa ser uma etapa ruim da vida. Se feito corretamente, você pode adquirir conhecimentos valiosos! É um lugar de grande aprendizagem, tanto acadêmica quanto na vida pessoal.

You May Also Like

0 comentários